Aos pais...

Publicado em Dicas, por Redação K10 em 29/05/2017


Um ingresso para uma vida saudável e uma diversão para toda a família

Correr é uma prática natural que pode ser realizada na maioria dos ambientes e com relativamente pouco investimento em equipamentos. Salvo raras exceções, movimentar o corpo desde a mais tenra idade tende a trazer benefícios para a saúde física e mental do indivíduo.

A corrida é considerada a base dos esportes e pode ser a primeira oportunidade para desenvolver coordenação, força muscular e equilíbrio do corpo. O esporte pode promover disciplina, concentração e socialização. Assim, aprimorar-se na corrida pode ser vantajoso mesmo no caso de escolha por outros esportes no futuro.

Correr é natural para as crianças. Para fugir dos pais, do irmão mais velho, no esconde-esconde, no pega-ladrão. Se os adultos incluem o esporte na rotina para fugir do sedentarismo e ganhar pique, para as crianças é uma grande brincadeira, é diversão pura. Pode ser o pontapé para uma adolescência e uma vida adulta ativa, saudável. Mas qual é a melhor maneira de estimular as crianças a praticarem um esporte e a simples alegria de correr?

As crianças, de maneira geral, devem ser estimuladas a praticarem atividade física. A participação em eventos esportivos e corridas organizadas, tanto para crianças como para pessoas de qualquer idade, tende a estimular a prática regular e o preparo para o esporte. A quantidade de exercício deve ser apropriada para cada faixa etária e o fator lúdico deve estar mais presente que o competitivo, principalmente para os mais novos.

"O esporte é benéfico quando se respeita o limite do corpo e da mente"

No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma em cada três crianças entre cinco e nove anos está com sobrepeso. Os benefícios da corrida para a saúde física de crianças e adolescentes são semelhantes aos benefícios para adultos: melhora do condicionamento cardiovascular, ossos mais fortes, perfil de colesterol mais saudável, melhor controle da glicose e alcance ou manutenção de um peso adequado.

Quanto mais cedo elas incluem atividade física na vida, melhor. A atividade física também ajuda a melhorar a força e flexibilidade muscular, a agilidade, o equilíbrio e a coordenação.

Para cada fase de vida existe um programa particular a cumprir. É importante observar que a criança não é uma miniatura de um adulto. O organismo em crescimento tem peculiaridades e para cada faixa etária existe um grau de desenvolvimento e coordenação.

Crianças antes dos cinco anos ainda não adquiriram um padrão de marcha e corrida maduro e não tem ainda movimentos coordenados nem visão amadurecida. Podem fazer corridas de distâncias muito curtas.

Dos cinco aos oito anos, as corridas devem ser inseridas em brincadeiras e alternadas com períodos de caminhada. Assim, elas podem usar o corpo de maneira mais livre e não correm o risco de se entediar.

Dos nove aos 12 anos, as crianças começam a ter um nível de maturidade e crescimento que permite que participem de um treinamento formal e participe de competições. Podem treinar velocidade e aprender a manter o ritmo nas distâncias mais longas.

Bom divertimento!


Tags: criancas


Posts Relacionados


Deixe seu comentário:

=